sábado, 19 de fevereiro de 2011

Perfil do Autor: Carrie Ryan

Postado por Bih Lima às 17:33
O perfil do autor de hoje é da Carrie Ryan, autora de A Floresta de Mãos e Dentes.


Começando: A tia Ryan nasceu e foi criada em Greenville, Carolina do Sul (só me lembro da musica Caroline, da Sara Bareilles, mas isso não vem ao caso), Estados Unidos. Durante o tempo de colégio a Carrie foi uma super mulher.
Lista de Feitos Estudantis:
- Foi vice-presidente da sua classe
- Líder de torcida
- Capitã do time de hockey de campo (ganhador de todos os estaduais da Carolina do Sul)
- A fundadora de um time de futebol feminino
- E escreveu seu primeiro conto nessa época.
Agora analisando, ela fez bastante coisa durante o colégio, e ainda era uma filha exemplo. Nunca deu uma festa enquanto seus pais viajam e vivia lendo (como eu...).
Decidiu tentar um clima diferente, Carrie foi para a Williams College (go Ephs!) casa da vaca roxa, não, é sério, esse é o seu mascote. Ela jogou hóquei em campo e lacrosse por um ano antes de se envolver no governo estudantil e outras organizações nefastas. Ela também lançou um projeto para reformar e reabrir o pub estudantil local. Ela era um ciclista ávida e um membro da equipe Williams de Ciclismo (sua camisa era branca com manchas roxas de vaca, que eram fáceis de destacar do pelotão).
Durante vários verões Carrie fez caminhadas pelas Montanhas de Wind River Wilderness com NOLS, trabalhou como estagiária no escritório do médico legista de Greenville County, trabalhou em uma escavação arqueológica maia de El Petén, na Guatemala, e deu aulas no curso preparatório de SAT para The Princeton Review. Traduzindo, ela não parava quieta.
Após se graduar e se meter em uma internet start-up (era o ano 2000, todos estavam fazendo isso), ela se mudou para Middleburg, Virginia e trabalhou na Escola Foxcroft. Foi aí que ela terminou seu primeiro livro e escreveu o seu segundo. Ela tentou convencer os agentes que realmente queria um romance histórico ocidental sensual, mas eles estavam bastante inflexíveis que não. Então, ela decidiu escrever "chick lit". Infelizmente, a maioria dos "chick lit" trazem uma vida excitante na cidade e da vida de Carrie era bem chata no interior da Virgínia. Então ela veio com o plano brilhante de ir para a faculdade de direito e conseguir um emprego em uma grande cidade para que ela pudesse ter uma vida emocionante para se inspirar.
E se isso não funcionasse, pelo menos ela ainda tem a carreira jurídica para se apoiar. Foi na Duke Law School, onde conheceu seu noivo JP, um escritor de ficção especulativa, que lhe ensinou tudo sobre o amor verdadeiro (*-*, que fofis, vou para lá um dia!). JP foi quem convenceu a Carrie a assistir o primeiro filme de zumbi (Salva de palmas para o JP), que pelo amor que tem por sua vida ela não consegue se lembrar porque aceitou, ela devia estar tentando impressioná-lo porque não gostava de filmes de terror desde o incidente com o filme Poltergeist em 1983. O remake de Dawn of the Dead fascinou Carrie e JP aumentou a fogueira com mais filmes de zumbis e um oportuno presente: Zombie Survival Guide (que ele lia em voz alta para ela todas as noites).
Depois de se formar, se mudou para Charlotte e embarcou em um plano para levar a sério sua escrita. Carrie tentou escrever seu "chick lit", mas aquele mercado estava morto e ela gostava muito mais de livros para jovens adultos. Depois de algumas falsas partidas, JP convenceu Carrie a escrever sobre o que ela amava e ela começou a escrever sobre zumbis. Há tantos filmes sobre os dias e semanas após um apocalipse zumbi, mas Carrie queria saber o que aconteceu muito tempo depois, as gerações futuras. A Floresta de Mãos e Dentes é seu primeiro romance publicado e está animada para escrever ainda mais romances ambientados no mesmo mundo.

Traduzindo tudo isso: Tia Carrie é diva total! O Marido dela é um fofis de marca maior! E essa junção deu no que deu! (Mãe, quero ser que nem a Carrie Ryan quando crescer!)

Beijos e até a próxima!

Texto tirado do blog A Floresta de Mãos e Dentes, mas é claro, tem algumas alterações, ou vocês acham que é todo mundo que escreve assim?

4 comentários:

Vanvan on 19 de fevereiro de 2011 18:55 disse...

Adorei seu blog, bem colorido. Estou seguindo.
Obrigada pela visita ao meu também.
Bj

Thalinne on 19 de fevereiro de 2011 19:37 disse...

Não conhecia essa autora, mas gostei dela. Ela sabe bem o que é viver intensamente!

Beijos!

•*♥*• Sanzinha •*♥*• on 20 de fevereiro de 2011 08:45 disse...

Hey, Bih!

Eu já ouvi falar sobre o livro, mas ainda não li. Morro de curiosidade, quero muito ler.
Depois me conta o que está achando de Maze Runner.
To doida pra ler também!

Beijo grande e ótima semana pra vc!

Diego on 20 de fevereiro de 2011 11:46 disse...

Oi Bih!
Te indiquei pra responder um meme lá no Li Um Livro. =)
Passa lá! ;)

Postar um comentário

 

Book Mania Copyright © 2012 Design by Antonia Sundrani Vinte e poucos